CCAB reúne-se com cooperados para falar sobre CCAB Digital – Powered by Geodrone

CCAB reúne-se com cooperados para falar sobre CCAB Digital – Powered by Geodrone

Depois de lançar seu primeiro investimento em agricultura digital em setembro, a Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro), em iniciativa junto à Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms), reuniu em torno de 50 produtores rurais de alimentos e fibras falar sobre a CCAB Digital – Powered by Geodrone e como a tecnologia pode contribuir para o planejamento de uma boa safra. O encontro foi realizado na sede da Cooperfarms, no município de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, na última quinta-feira (03/10).

Os diferenciais da plataforma de monitoramento digital na tomada de decisões agronômicas relacionadas ao clima, controle de pragas e doenças, dentre outras informações, foram a ênfase do evento, para uma plateia majoritariamente formada por potenciais clientes. Dentre os presentes, o diretor comercial da CCAB Agro, Emiliano Mellis, o gerente de Desenvolvimento de Novos Negócios da CCAB Agro, Fabio Marques, o empresário e fundador da Geodrone, Ricardo Reis e o presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes, e o diretor comercial da cooperativa, Odair de Aguiar.

Com cobertura em mais de 600 mil hectares de lavouras no Matopiba – Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia -, além de Rio Grande do Sul e Goiás, a CCAB Digital – Powered by Geodrone está preparada para atender a todo o território nacional. A plataforma fornece serviços de previsão do tempo e modalidades diversas de monitoramento, como o de máquinas em campo, pragas e doenças, voos de drone e agricultura de precisão. O conceito central é baseado em facilidade de acesso, autonomia e na interpretação dos dados coletados.

“A demanda por investimentos em agricultura digital, em especial, em monitoramento climático, surgiu dos agricultores. Eles são, ao mesmo tempo, nossos acionistas e clientes. Isso foi decisivo para a parceria com a Geodrone”, explica Emiliano Mellis. Ele destacou a precisão nas previsões climáticas como um fator crucial para a agricultura. “Hoje já temos acesso aos melhores materiais genéticos, a tecnologias avançadas em máquinas, defensivos e fertilizantes. A agricultura digital chega para agregar. Decisões acertadas em relação ao clima e ao monitoramento de pragas e doenças passam a fazer grande diferença para alcançar bons resultados nas lavouras”, explica Mellis.

Cooperação

Para Ricardo Reis, fundador da plataforma Geodrone, o modelo de negócios entre as duas companhias e a própria natureza do cooperativismo contribuem para tornar a CCAB Digital – Powered by Geodrone cada vez mais “inteligente” e precisa. “Quanto maior a nossa base de clientes, mais informações obtemos, com melhores resultados. É uma grande plataforma de cooperação. Com o aditivo de um parceiro como a CCAB, novas possibilidade surgem no pipeline”, afirma Ricardo Reis.

“Sou um entusiasta dessa tecnologia pois já a uso há dois anos e com grande assertividade. Nesse período, a evolução na plataforma tem sido constante. Além do sistema ser bom, temos o diferencial de contar com o apoio do climatologista online. Não é apenas algo frio, tecnológico; tem a percepção de um profissional renomado, ajudando decisivamente no diagnóstico”, afirma Marcelo Kappes, presidente da Cooperfarms.

08.10.2019
Imprensa CCAB
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064

Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações Edição CBA 2019 foi realizado ontem em Goiânia.

Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações Edição CBA 2019 foi realizado ontem em Goiânia.

Em torno de 200 produtores rurais de alimento e fibras têxteis brasileiros reuniram-se na noite da terça-feira (27/08), em Goiânia, para celebrar os êxitos alcançados pela CCAB Participações e falar sobre planos para o futuro próximo, no 1º Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações – Edição CBA 2019. A data e o local do evento foram escolhidos por ocasião do 12º Congresso Brasileiro do Algodão, que acontece até o dia 29 de agosto. A holding CCAB Participações detém a CCAB Agro e a CCAB Projetos, e representa cerca de 55 mil agricultores nacionais. As linhas-mestras para o desenvolvimento de novos projetos do Brasil foram debatidas em reunião, no dia anterior.

A CCAB Participações é uma empresa brasileira fundada em 2007, formada por 21 cooperativas agrícolas acionistas que congregam cerca de 55 mil agricultores. Sob seu “guarda-chuva”, estão a CCAB Agro – atualmente, uma das empresas do setor agrícola que mais crescem no país, e que celebrou este ano a receita de aproximadamente R$1 bilhão – e a CCAB Projetos, que presta serviço de orientação administrativo-financeira para o produtor rural.

Presidente do Conselho Administrativo da CCAB Participações e também da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Milton Garbugio comparou o sucesso da CCAB com o sucesso da cotonicultura brasileira. “As duas são um exemplo claro do que a força da união, da organização e da capacidade de pensar a longo prazo são capazes de fazer. Sete produtores se uniram para resolver um problema que era de todos os agricultores e, assim, surgiu a CCAB nasceu pequena e hoje já é uma das empresas que mais crescem no Brasil em seu segmento. Da mesma forma, a coragem dos produtores rurais de encontrar saídas, quebrando paradigmas, transformou o Brasil de um país importador de algodão, no início dos anos 1990, para o segundo maior exportador mundial de pluma”, comparou Garbugio. O evento foi acompanhado por todos os ex-presidentes da Abrapa, entidade que comemora este ano 20 anos de existência e que promove o Congresso do Algodão.

Empresa nossa

Durante o 1º Encontro de Acionistas da CCAB Participações, todas as 21 cooperativas que integram a holding foram homenageadas, e os produtores rurais e acionistas Sergio De Marco, ex-presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), da Abrapa, da Câmara Setorial do Algodão do Ministério da Agricultura, e produtor no estado de Mato Grosso, e o presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms), Marcelo Kappes, falaram sobre a importância da CCAB Participações e suas subsidiárias.

“Esta é uma empresa que é nossa e precisa ser prestigiada. Ela foi criada para resolver problemas que enfrentávamos à época, como a falta de alguns princípios ativos no Brasil, e conseguiu. Ao longo de toda a sua história, enfrentou desafios, como no caso da lagarta Helicoverpa armigera. Foi a CCAB quem trabalhou para trazer o benzoato de emamectina para o Brasil, e, junto com o Governo Federal, em 2014, criou todas as condições para o uso legal da única molécula então comprovadamente eficaz para combater a praga”, lembrou De Marco.

Marcelo Kappes ressaltou o trabalho da CCAB no projeto de modernização da lei brasileira de defensivos, através do Projeto de Lei número 6299/02 (PL629902). “A CCAB além de ser um fornecedor é um parceiro e nos representa em Brasília na defesa do setor e no fortalecimento da imagem do agricultor brasileiro perante a sociedade”, disse Kappes.

28.08.2019
Imprensa CCAB Agro
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064

Balanço positivo na primeira participação da Cropline no Congresso da Andav

Balanço positivo na primeira participação da Cropline no Congresso da Andav

Lançada há pouco menos de um ano no mercado, a Cropline estreou com sucesso como expositor no IX Congresso Andav Fórum & Exposição, realizado entre os dias 12 e 14 de agosto, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

A marca é uma plataforma de negócios da CCAB Agro, empresa brasileira de proteção de cultivos, com ênfase em possibilitar o acesso ao portfólio de soluções da companhia para os agricultores de todo Brasil, através de canais parceiros da empresa.

Durante o evento, a Cropline também participou no Innovation Show Case, “ted talk” da programação do congresso, com uma explanação sobre novas tecnologias e tendências do agro, intitulada “Como se posicionar em um mercado em constante mudanças e alavancar negócios”. O congresso Andav é o maior encontro de distribuidores de insumos agrícolas e veterinários do país.

Além de falar sobre produtos e estreitar relacionamento com a rede de distribuidores de químicos agrícolas, o diretor comercial da CCAB Agro, Emiliano Mellis, afirma que o congresso da Andav teve um papel de orientar a companhia para os rumos do mercado. “Trata-se de um setor que está se reconfigurando, após a entrada de alguns fundos de capital estrangeiro na aquisição de revendas. Mapear esse mercado e entender, também, os fluxos na cadeia produtiva, da indústria para a revenda e da revenda para o consumidor final, também é estratégico para a Cropline”, pondera Mellis.

“Apresentamos aos distribuidores o nosso portfólio, que é um dos maiores do país em pós-patentes e tem um pipeline de mais de 100 produtos em rota de registro. Essa perspectiva garante mais opções à revenda no médio e no longo prazos”, explica o líder de negócios da Cropline para o Sul, Afonso Matos. Ele destaca a alta visitação ao estande nos dias do congresso e considera “além das expectativas” os resultados alcançados.

Alavanca

Um dos “talks” mais concorridos do Innovation Show Case, o “Como se posicionar em um mercado em constante mudança e alavancar negócios”, conduzido pelo gerente sênior de desenvolvimento de novos negócios da Cropline, Fabio Marques, colocou em pauta, durante 15 minutos, os impactos das novas tecnologias no agro, com ênfase nas biológicas e digitais.

Além disso, tratou dos gargalos e possível soluções para as revendas, no que diz respeito aos produtos de proteção de cultivos. “Biológicos e agricultura digital são duas tendências atuais, porém, também trazem desafios para conectar com a geração de negócios que gerem valor para as revendas. Trazer esse lado da moeda ao discutir estes desafios e como conectar com oportunidades reais para as revendas fidelizarem seus clientes e alavancar negócios tornou o talk muito recebido pelos participantes”, elenca Marques.

17.08.2019
Imprensa CCAB
(71) 98881-8064

Primeira edição do InVivo Quest no Brasil foi além das expectativas dos organizadores

Primeira edição do InVivo Quest no Brasil foi além das expectativas dos organizadores

Superou as expectativas dos organizadores a primeira edição brasileira do Invivo Quest, batalha de startups realizada pelo grupo francês InVivo, empresa formada por cooperativas agrícolas da França, que, no Brasil, é acionista da CCAB Agro e da Agro-Sol Sementes. O concurso aconteceu em 26 de junho, em Piracicaba, e reuniu 14 empresas de inovação no agro, pré-selecionadas de um total de 40. A disputa se deu em parte da manhã e da tarde, com etapa de “desempate” à noite, durante a programação do Agtech French Brazilian Club, evento que incluiu painel sobre inovação agrícola e atração de investimentos internacionais e contou com um público estimado em 120 pessoas.

Cada empresa teve quinze minutos para apresentar seus negócios para o corpo de jurados. Esse júri estava dividido em quatro áreas de atuação: Financeiro, Comercial, Técnico ou Tecnologia para o Bem Comum. Os 16 avaliadores dos trabalhos pertencem a instituições e empresas relevantes no agro, como a Escola Superior de Agricultura Luíz de Queiroz (Esalq/Usp), o fundo de investimento Circle Access, o banco BNB Paribas, a Bioline, a CCAB Agro e a Agro-Sol Sementes, dentre outros.

O vencedor do Invivo Quest foi Igor Chalfoun, da TBIT Tecnologia. Formado em Ciência da Computação, o mineiro de Lavras disse que escolher o agro para trabalhar com tecnologia foi um caminho natural, pela proximidade com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), uma das mais tradicionais do país em cursos ligados à agricultura e à pecuária. Também ajudou na decisão o fato de sua família ser fortemente ligada ao campo. Um dos fundadores da TBIT, ele conta que a empresa nasceu há dez anos, e, há cinco, entrou no mercado. A startup é fornecedora de instrumentos de classificação de sementes, grãos, rações e fertilizante. São onze modelos ao todo.

“Provemos tecnologias inédita no mundo, que vieram para facilitar a vida do produtor. Antes, esse trabalho de classificação exigia um especialista. Com as nossas soluções, ele passou a ser automatizado”, explica Chaufoun. Não demorou a surgir a demanda fora do país. A TBIT já exporta para os Estados Unidos, Chile, Argentina, África do Sul e trabalha no cumprimento de etapas para habilitar-se a exportar para os países da Europa.

“O Invivo Quest foi uma oportunidade muito interessante. Já tínhamos aproximação com a Business France e estreitávamos laços com a InVivo. Soubemos do concurso através da Embaixada da França e decidimos participar. Além de apresentar nosso trabalho para um júri muito representativo, e de passar a integrar o programa da InVivo de incentivo às startups, teremos a chance de acompanhar a delegação da companhia na CES Las Vegas 2020. Estar nesse evento era um sonho antigo”, afirma Chalfoun, referindo-se a um dos prêmios para o vencedor do InVivo Quest, a visita ao evento promovido pela Consumer Technology Association (CTA), que atrai líderes empresariais e pensadores pioneiros do mundo, anualmente. Também faz parte da premiação, um acesso privilegiado para concorrer ao Microsoft for Startups Program.

“As startups brasileiras foram muito bem selecionadas, apresentaram bom nível de maturidade e projetos interessantes. E as francesas, que foram escolhidas em seu país através de um evento semelhante, puderam ver de perto a realidade do Brasil, no qual pretendem atuar, iniciando um processo de reconhecimento do mercado e dos stakeholders locais”, diz o CEO da Bioline Latam e Agro-Sol Sementes, Eduardo Dallastra. Ele destacou a relevância do público, e a participação de algumas das mais importantes instituições acadêmicas do Brasil no Agro, a Esalq/USP e a Fundação Getúlio Vargas.

Sobre a InVivo

A Invivo é uma plataforma internacional que reúne 201 cooperativas agrícolas na França e representa mais de 300 mil produtores rurais de alimentos. A empresa possui três frentes de negócio: Bioline By InVivo (agricultura), Invivo Retail (varejo) e InVivo Wine (vinícola). Além destes, possui duas incubadoras de inovação: InVivo Food &Tech e InVivo Digital Factory. A InVivo está presente desde 2016 no Brasil, com a aquisição da Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro) e da Agro-Sol Sementes.

Sobre a CCAB Agro

A Companhia das Cooperativas Agropecuárias do Brasil, CCAB Agro, é uma empresa brasileira formada por agricultores, em modelo de gestão empresarial, que oferece tecnologia em produtos fitossanitários químicos e biológicos para proteção de cultivos. Criada em 2006, como uma iniciativa de um grupo de produtores rurais do cerrado, que buscavam soluções de acesso a uma gama mais variada de produtos para proteção de cultivos no Brasil, a CCAB se tornou a empresa com maior programa de pós-patentes do país.

Sobre a Agro-Sol Sementes

A Agro-Sol Sementes é uma empresa mato-grossense que atua há 20 anos como multiplicadora de sementes de soja, sempre prezando pela qualidade do produto e a satisfação do cliente. Com foco no resultado e na qualidade da colheita para o agricultor, a Agro-Sol Sementes dispõe de uma moderna e inovadora infraestrutura, com produção de sementes 100% licenciada em parceria com as principais obtentoras de cultivares de soja, o que garante um portfólio abrangente e com as melhores opções para todo o estado de Mato Grosso. Além da força regional, a Agro-Sol conta com qualidade internacional, fazendo parte do grupo Bioline by InVivo.

05.07.2019
Imprensa CCAB
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064

Agtech French Brazilian Club e InVivo Quest serão realizados pela primeira vez no Brasil

Agtech French Brazilian Club e InVivo Quest serão realizados pela primeira vez no Brasil

Evento franco-brasileiro aborda agricultura digital e busca oportunidade de investimento em startups do agro.

Formado por cooperativas agrícolas francesas e acionista da Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro), o Grupo InVivo realiza, amanhã, quarta-feira (26/06), pela primeira vez no Brasil, o Agtech French Brazilian Club, um evento que aborda as novas tecnologias de agricultura digital, e mira oportunidades de investimento no Brasil. Na programação, que começa a partir das 17h, no Engenho Central Piracicaba, em Piracicaba, o público vai conhecer o vencedor da InVivo Quest, batalha de startups que será realizada das 10h às 15h do mesmo dia. O Agtech French Brazilian Club terá como painel principal o tema “Incentivos Públicos e Privados para a Internacionalização da Inovação Agrícola”, do qual participarão representantes do Institut Français du Brésil, da Business France, da Bioline – braço agro do Grupo InVivo – e da Tereos Açúcar & Energia Brasil.

A iniciativa se alinha à estratégia do Grupo InVivo de buscar oportunidades de investimento fora da França. A companhia é uma plataforma de mais de 200 cooperativas agrícolas daquele país, que abarca unidades de negócios em diversas cadeias produtivas do agro, inclusive logística de grãos, biocontrole, agricultura de precisão e smart agri.

“Para uma empresa do agro na Europa ou em qualquer outro continente, olhar para além das suas fronteiras é necessariamente olhar para o Brasil”, explica o CEO da Bioline Latam e Agro-Sol Sementes, Eduardo Dallastra. “Os agricultores brasileiros são grandes incorporadores de tecnologias. Aqui não existe qualquer rejeição ao novo, seja na produção agrícola ou nas áreas de gestão das fazendas. Ao mesmo tempo, temos diversas ideias ganhando corpo na forma de startups. O que buscamos com a InVivo Quest é uma empresa inovadora, que já tenha alguma ‘substância’, estrutura, e, principalmente, potencial de geração de valor”, explica Dallastra.

Aceleração

O InVivo Quest vai escolher uma dentre cerca de 15 startups, pré-selecionadas dentre 40, para acelerar e integrar a estratégia de internacionalização do Grupo InVivo no Brasil. O evento reúne uma rede franco-brasileira de transformadores, incluindo empresas, startups, aceleradores, fundos de investimento e instituições públicas. As duas edições anteriores do InVivo Quest aconteceram na França e em Cingapura. Este ano, o estado de São Paulo passou a fazer parte da rota, assim como San Francisco (EUA), Lisboa (PT) e Paris (FR).

O vencedor da etapa brasileira vai acompanhar a delegação da InVivo, com logística paga, na CES Las Vegas 2020, evento promovido pela Consumer Technology Association (CTA) e que atrai líderes empresariais e pensadores pioneiros do mundo, anualmente. Também fará parte da premiação, caso a startup seja no segmento tech, um acesso privilegiado para concorrer ao Microsoft for Startups Program.

Pensar disruptivo

Para o CEO da Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro), braço da InVivo no país, Jones Yasuda, as tecnologias inovadoras serão imprescindíveis para promover o acesso da população mundial aos alimentos. “O mundo tem diversos desafios, mas nenhum é tão crucial quanto nutrir um contingente de pessoas hoje em torno de 7,5 bilhões que, em breve, será de nove bilhões de indivíduos. Mas não basta alimentar. Tem de fazer isso de forma sustentável, investindo em produtividade, para assegurar a manutenção dos recursos que tornam a agricultura possível: humanos, naturais e financeiros”, diz. Segundo Yasuda, a produtividade no agro vai além da maior produção por hectare nas lavouras, sendo também “a otimização dos investimentos, do capital humano e do meio ambiente no processo”, conclui.

Sobre a InVivo

A InVivo é uma plataforma internacional que reúne 201 cooperativas agrícolas na França e representa mais de 300 mil produtores rurais de alimentos. A empresa possui três frentes de negócio: Bioline By InVivo (agricultura), InVivo Retail (varejo) e InVivo Wine (vinícola). Além destes, possui duas incubadoras de inovação: InVivo Food &Tech e InVivo Digital Factory. A InVivo está presente desde 2016 no Brasil, com a aquisição da Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro) e da Agro-Sol Sementes.

Sobre a CCAB Agro

A Companhia das Cooperativas Agropecuárias do Brasil, CCAB Agro, é uma empresa brasileira formada por agricultores, em modelo de gestão empresarial, que oferece tecnologia em produtos fitossanitários químicos e biológicos para proteção de cultivos. Criada em 2006, como uma iniciativa de um grupo de produtores rurais do cerrado, que buscavam soluções de acesso a uma gama mais variada de produtos para proteção de cultivos no Brasil, a CCAB se tornou a empresa com maior programa de pós-patentes do país.

Sobre a Business France

Business France é a agência nacional de apoio à internacionalização da economia francesa, responsável por impulsionar o desenvolvimento internacional de empresas francesas, bem como prospectar e facilitar os investimentos estrangeiros na França.

Para mais Informações e inscrições, acesse : https://www.eventbrite.fr/e/billets-agtech-french-brazilian-club-62510118447

25.06.2019
Imprensa CCAB
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064