CooperAtivo CCAB | Edição 3

CooperAtivo CCAB | Edição 3

Já está no ar a 3ª edição do boletim CooperAtivo, nosso canal de comunicação trimestral, feita por nós e para nós agricultores.

Confira os destaques desta edição:

  • Mudança de gestão – A partir de 1º de janeiro, a CCAB Agro terá um novo CEO: Eric Seban.
  • Especial Legados – Confira as conquistas para a proteção dos cultivos e nosso legado de contribuição para com os produtores.
  • Novos Registros – Veja os produtos estratégicos que incrementaram o portfólio deste ano.
  • Conheça o Acionista – A união que fez a força para construir a competência da Cooperfibra em Mato Grosso.

Não perca essa leitura!

Comunicado Urgente!

Comunicado Urgente!

A pandemia do novo coronavírus obriga-nos adaptar a todos os procedimentos, seja na esfera individual ou na coletividade. Estamos seguindo as orientações para impedir picos de infecção, que podem acarretar o colapso do sistema de saúde, a exemplo do que tristemente vimos acontecer em outros países.

Seguindo as recomendações das autoridades e cientistas, a Companhia da Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro S.A.) comunica a todos os clientes, fornecedores, prestadores de serviços e à sociedade em geral que suas atividades passam a ser, por tempo indeterminado, realizadas remotamente (home office).

Todo o corpo laboral da empresa trabalhará na segurança de suas casas, de modo a manter, da melhor maneira possível, as operações normais necessárias para a manutenção do funcionamento da Companhia, contribuindo, assim, para a continuidade da produção nacional de alimentos. Missão essa que se torna ainda mais crucial em tempos de crise, como o que vivenciamos.

Todo corpo diretivo e a liderança da CCAB Agro estará à disposição, através de e-mails, Skype, SMS e celulares. Por favor, não hesite em contatar. Estamos à disposição, como de costume.

Boa sorte a todos e se protejam.
Cordialmente
Executivos CCAB Agro S.A.

CCAB Agro promove tour no Norte do Mato Grosso

CCAB Agro promove tour no Norte do Mato Grosso

CCAB Agro promove tour no Norte do Mato Grosso com o objetivo de conhecer e analisar as oportunidades na região.

Entre os dias 29 e 31 de janeiro, uma comitiva da empresa francesa Bioline By InVivo visitou o estado do Mato Grosso. A Bioline é o braço agrícola do Invivo Group, que, nacionalmente, contempla também a Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB). Na ocasião, o grupo foi representado pelo líder global Thierry Blandinières, pelo CEO da divisão agrícola Laurent Martel, e por outras lideranças globais das divisões de sementes, fertilizantes e da área financeira. Membros da CCAB Participações, companhia brasileira coligada, compuseram a comitiva. Dentre eles, o presidente do Conselho, Milton Garbugio, que também preside a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), e os produtores Gilson Pinesso – fundador da empresa e ex-presidente do Conselho da CCAB -, o conselheiro da CCAB Paticipações, José Neri Chiarello, além de associados das cooperativas acionistas da CCAB.

A CCAB Agro, que faz parte da cooperação internacional entre Bioline By Invivo e CCAB Participações, foi representada pelo CEO Jones Yasuda e sua diretoria, além dos produtores membros do Conselho da CCAB Agro, Celestino Zanella e Alexandre De Marco. Da mesma forma, a empresa de sementes Agrosol by Invivo integrou o grupo, com a presença do CEO Eduardo Dallastra e membros da diretoria.

A agenda teve início em Cuiabá, com reuniões de trabalho com o diretor executivo da Aprosoja MT, Wellington Andrade, o superintendente do IMEA, Daniel Latorraca, e o consultor em logística João Augusto Birkhan. As oportunidades e os desafios para o crescimento do agronegócio no MT foram a tônica da reunião.

Em Lucas do Rio Verde, o grupo visitou o Grupo Guerino Ferrarin (GGF), liderado pelos irmãos Rogério e André Ferrarin, onde a temática foi a análise dos modelos de negócio na região, sob a ótica da transformação digital e inovação. A próxima parada foi em Sinop, com visita à Agro Norte Pesquisa e Sementes, do diretor e presidente Ângelo Maronesi, que expôs sua visão de futuro e a pesquisa de sementes que desenvolve.

A agenda de visitas foi concluída com uma reunião de trabalho seguida de jantar, no qual foram recebidos pela prefeita Rosana Martinelli e seu secretário de Obras, Daniel Brolese, assim como pelo diretor da Inpasa, Flávio Gonçalves, e um grupo de produtores da região, dos quais, muitos já representando a nova geração. Nesta reunião, entre diversos temas, foram debatidos os aspectos relacionados ao meio ambiente e à necessidade de melhorar a comunicação para a opinião pública internacional sobre o trabalho dos produtores na implementação das práticas agrícolas preservacionistas, importantes para o tripé da sustentabilidade: social, econômico e ambiental.

08.10.2019
Imprensa CCAB
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064

CCAB Agro fecha Balanço 2018-2019 com crescimento de receita, vendas e lucro

CCAB Agro fecha Balanço 2018-2019 com crescimento de receita, vendas e lucro

Em um ano marcado pela retração da economia, reconfiguração do mapa dos fornecedores mundiais de químicos e outras tecnologias agrícolas, e enxugamento do quadro de funcionários nas empresas dos diversos setores econômicos do país, a Companhia das Cooperativas Agrícolas do Brasil (CCAB Agro), integrante da CCAB Participações, concluiu o Balanço Patrimonial relativo ao ano agrícola de 2018-2019 com crescimento de 77% de receita bruta, 45% de incremento nos lucros, e aumento de 32% em seu quadro de funcionários. A receita bruta foi de quase um bilhão de reais (R$ 995.203.988), em 2018-2019, ante R$ 563,7 milhões auferidos no ano anterior. Já o lucro saiu de R$ 37 milhões para R$ 54 milhões nesse mesmo período, de 30 de junho de 2018 a 30 de junho de 2019. O balanço, auditado pela Ernest & Young, também atesta a aprovação de 22 produtos pela companhia, dos quais 14 “técnicos” e oito “formulados”.

A CCAB Agro trabalha com soluções para proteção de cultivos, com produtos pós-patentes e biológicos. Ela é formada por 21 cooperativas agrícolas e representa 55 mil produtores rurais de alimentos e fibras têxteis. Em dezembro de 2016, passou a fazer parte de uma plataforma global, com a entrada do grupo francês InVivo, também composto por cooperativas de agricultores em seu país. A CCAB já era a maior aliança de cooperativas da América Latina, e, com a parceria com a Invivo, tornou-se também a maior companhia de registro de pesticidas agrícolas pós-patentes do país.

De acordo com o CFO da CCAB Agro, Eduardo Roncaglia, parte do crescimento da companhia em 2018-2019 é atribuído à criação da Cropline, em 2018. Isso representou cerca de R$100 milhões da receita. Antes dessa unidade de negócios, o mercado da CCAB era restrito aos seus acionistas. Com a Cropline, o portfólio de soluções tornou-se acessível também para não-acionistas, e a empresa expandiu a sua atuação nacionalmente. “Para dar conta do aumento de presença no território nacional, novos profissionais foram incorporados ao quadro da companhia, tanto em sua sede em São Paulo, quanto nas novas regiões de atuação”, diz.

Além de receita e lucro, Roncaglia ressalta outro campo do balanço 2018-2019, que indica o caráter gerador de riquezas para a agricultura e a economia brasileira. “Em 2018-2019, a CCAB Agro contribuiu com mais de R$ 500 mil em pagamento de impostos diretos por colaborador além dos benefícios garantidos pela empresa. Isso significa uma transferência real de recursos para a União, característica que só uma empresa sólida e genuinamente brasileira pode assegurar”, afirma o CFO, destacando que esta é também uma caraterística do setor do agronegócio. “Economia real, produtiva, contribuindo para o fortalecimento do país”.

Processos robustos

Para o CEO da CCAB Agro, Jones Yasuda, os números refletem um momento favorável tanto operacional quanto conjuntural. A parceria com o Invivo Group, aliada a um modelo de negócios enxuto e pensado para durar, na visão de Jones Yasuda, explicam em grande parte a ascensão da empresa, que tem apenas 12 anos e surgiu modesta, da união de um pequeno grupo de agricultores no cerrado do país. “Temos uma estrutura bem restrita que nos desafia a ser eficientes. Procuramos trabalhar apenas com soluções em que acreditamos, e que façam diferença para o nosso cliente. Não desperdiçamos energia ou recursos apenas para seguir tendências”, diz. A expansão da área agrícola de soja e algodão também contribuiu para o crescimento.

Para dar conta da expansão do seu alcance no território brasileiro com a Cropline, e acompanhar o crescimento da safra, a CCAB teve de contratar mais funcionários. “Enquanto no mercado a realidade tem sido de demissões, incrementamos em 32% nosso quadro de pessoal, com abertura de novos postos de trabalho na sede e em campo. Atualmente, temos 72 colaboradores”, afirma o CEO.

Compromisso com as pessoas e o planeta

Diante da expectativa de crescimento da população mundial levantada pela FAO, que prevê um contingente de 9 nove bilhões de pessoas no planeta em 2050, e da importância do Brasil no provimento de alimentos e fibras têxteis naturais para o suprimento de uma demanda adicional de 41%, a CCAB Agro assumiu para si parte da responsabilidade por ajudar a garantir a oferta desses gêneros. “Não é possível alimentar uma população que cresce nessas proporções sem uma produção de alimentos que acompanhe o ritmo. Para o Brasil contribuir, como se espera, para a segurança alimentar da humanidade, precisamos de tecnologias, principalmente, para a proteção de cultivos, pois a agricultura tropical é mais propensa ao ataque de pragas e doenças”, revela.

As diretrizes dos acionistas são de continuidade de investimentos em inovação, com a criação de uma linha de produtos biológicos que vão ao encontro da necessidade do produtor, com menor impacto ambiental. A empresa já dispõe de, pelo menos, quatro produtos biológicos em seu portfólio comercial e, junto com a InVivo, pesquisa novas oportunidades de negócios, em conectividade e sistemas “Acreditamos que dessa forma estaremos contribuindo para incrementar a produtividade nas lavouras, e, consequentemente, a produção de alimentos e fibras têxteis naturais”, diz Yasuda.

Dentre as iniciativas pioneiras da companhia, está a utilização do modal ferroviário para o transporte dos pesticidas. “Em um país gigantesco, no qual prevalece o transporte rodoviário, mais oneroso e poluente, utilizar a malha ferroviária é um grande feito”, considera.

Certificações

Cuidar dos processos tem sido uma constante na companhia, segundo Jones Yasuda. Por isso, ela se habilitou com sucesso às certificações ISO, reconhecidas internacionalmente. Em 2019, a CCAB Agro conquistou a manutenção anual – sem não-conformidades – de suas certificações, pela certificadora DQS do Brasil, nas normas ISO 9001:2015, ISO 14001:2015 e ISO 45001:2018. A empresa foi a primeira no país a ser certificada pela ISO 45001, norma internacional que abarca a gestão de saúde e segurança ocupacional, publicada em março de 2018, em substituição à OHSAS 18001. A certificação foi conquistada em maio de 2018, como resultado da implementação de uma série de processos internos de gestão. No mesmo mês, a companhia recebeu a certificação ISO 14001, que trata da gestão ambiental. “As duas mais recentes certificações, somadas à ISO 9001, conquistada em 2015, fortalecem o alicerce robusto na gestão da companhia, baseado no conceito de sustentabilidade – social, ambiental e econômica – e refletem sua constante busca pela excelência”, afirma o CEO.

09.10.2019
Imprensa CCAB
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064

Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações Edição CBA 2019 foi realizado ontem em Goiânia.

Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações Edição CBA 2019 foi realizado ontem em Goiânia.

Em torno de 200 produtores rurais de alimento e fibras têxteis brasileiros reuniram-se na noite da terça-feira (27/08), em Goiânia, para celebrar os êxitos alcançados pela CCAB Participações e falar sobre planos para o futuro próximo, no 1º Primeiro Encontro de Acionistas CCAB Participações – Edição CBA 2019. A data e o local do evento foram escolhidos por ocasião do 12º Congresso Brasileiro do Algodão, que acontece até o dia 29 de agosto. A holding CCAB Participações detém a CCAB Agro e a CCAB Projetos, e representa cerca de 55 mil agricultores nacionais. As linhas-mestras para o desenvolvimento de novos projetos do Brasil foram debatidas em reunião, no dia anterior.

A CCAB Participações é uma empresa brasileira fundada em 2007, formada por 21 cooperativas agrícolas acionistas que congregam cerca de 55 mil agricultores. Sob seu “guarda-chuva”, estão a CCAB Agro – atualmente, uma das empresas do setor agrícola que mais crescem no país, e que celebrou este ano a receita de aproximadamente R$1 bilhão – e a CCAB Projetos, que presta serviço de orientação administrativo-financeira para o produtor rural.

Presidente do Conselho Administrativo da CCAB Participações e também da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), Milton Garbugio comparou o sucesso da CCAB com o sucesso da cotonicultura brasileira. “As duas são um exemplo claro do que a força da união, da organização e da capacidade de pensar a longo prazo são capazes de fazer. Sete produtores se uniram para resolver um problema que era de todos os agricultores e, assim, surgiu a CCAB nasceu pequena e hoje já é uma das empresas que mais crescem no Brasil em seu segmento. Da mesma forma, a coragem dos produtores rurais de encontrar saídas, quebrando paradigmas, transformou o Brasil de um país importador de algodão, no início dos anos 1990, para o segundo maior exportador mundial de pluma”, comparou Garbugio. O evento foi acompanhado por todos os ex-presidentes da Abrapa, entidade que comemora este ano 20 anos de existência e que promove o Congresso do Algodão.

Empresa nossa

Durante o 1º Encontro de Acionistas da CCAB Participações, todas as 21 cooperativas que integram a holding foram homenageadas, e os produtores rurais e acionistas Sergio De Marco, ex-presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), da Abrapa, da Câmara Setorial do Algodão do Ministério da Agricultura, e produtor no estado de Mato Grosso, e o presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms), Marcelo Kappes, falaram sobre a importância da CCAB Participações e suas subsidiárias.

“Esta é uma empresa que é nossa e precisa ser prestigiada. Ela foi criada para resolver problemas que enfrentávamos à época, como a falta de alguns princípios ativos no Brasil, e conseguiu. Ao longo de toda a sua história, enfrentou desafios, como no caso da lagarta Helicoverpa armigera. Foi a CCAB quem trabalhou para trazer o benzoato de emamectina para o Brasil, e, junto com o Governo Federal, em 2014, criou todas as condições para o uso legal da única molécula então comprovadamente eficaz para combater a praga”, lembrou De Marco.

Marcelo Kappes ressaltou o trabalho da CCAB no projeto de modernização da lei brasileira de defensivos, através do Projeto de Lei número 6299/02 (PL629902). “A CCAB além de ser um fornecedor é um parceiro e nos representa em Brasília na defesa do setor e no fortalecimento da imagem do agricultor brasileiro perante a sociedade”, disse Kappes.

28.08.2019
Imprensa CCAB Agro
Catarina Guedes
Assessora de Imprensa
(71) 98881-8064